Syndicate content

Mudanças climáticas

O Feitiço do Rio

John Garrison's picture

Diferentemente do filme Feitiço do Rio (1984), que atribuiu o romance vulgar entre um homem de meia-idade (vivido por Michael Caine) e uma adolescente às vibrações sensuais da Cidade Maravilhosa, a recente conferência Rio+20 serviu para mostrar outra cara do Rio de Janeiro: a de líder global ambiental. A cidade não só mantém as duas maiores florestas urbanas do mundo, a da Pedra Branca e a da Tijuca (na foto), mas também concluiu um moderno centro de tratamento de resíduos, que permitirá uma redução de 8% nas emissões de gases causadores de efeito estufa, e está construindo 300km de ciclovias. Para o Banco Mundial, a cidade tem sido o cenário para uma improvável melhoria nas relações entre o próprio Banco e organizações ambientais não-governamentais (ONGs) nos últimos 20 anos.